Nova Ação – Mensagens Diárias

Dica de Carreira 63 – Qual é sua ambição de vida?

Olá, Pessoal, tudo na paz?

Espero que sim!

Vamos a reflexão de hoje… da série: Conheça-te a ti mesmo… Qual é sua maior ambição?

Já parou para pensar nisso? Será que quando pensou nesta pergunta, pensou em um cargo? Minha maior ambição é ser Diretora de RH! Ou ter uma vida financeira plena…

Se isso aconteceu, ouououou, sua alma pode ter sido vendida promocionalmente ao trabalho e você nem se deu conta… e foi baratinho, pode apostar… 😉 Ou ainda, se rifou para as coisas materiais…

Não é pegadinha não… Se perguntas deste tipo te remetem ao trabalho ou coisas materiais, aí mora o perigo… Cada dia que passa me questiono porque a maioria das pessoas vão vivendo e deixando suas vidas lhes levarem… por que elas não param para refletirem? Por que não param para se conhecer? Por que não param para entender para onde de fato querem ir? O que realmente querem sentir…

Será talvez medo de olhar para suas ‘escolhas’ e ver que elas já não servem? Ou de descobrir que decidiu errado? Ou não decidiu, aceitou o que veio ao seu alcance? Medo de lidar com o que realmente importa?

Embora seja normal ter estes medos, ou você toma coragem de enfrentar algumas perguntas ou a vida vai passar e pode ser tarde…

Se você já precisou tomar uma decisão profunda como um divórcio, pedido de demissão importante ou separação de sociedade, decisões sobre doença… ou alguma outra difícil neste nível… Você provavelmente exercitou bem a reflexão… e a boa notícia é que eventos deste nível, servem para alguma coisa… fora consumir sua energia por vários meses ou anos… Servem para você despertar para a reflexão… e responder a esta pergunta de forma mais fácil…

Se você passou por vários destes eventos em um pequeno espaço de tempo, provavelmente você se sentirá praticamente ‘ressuscitando’… e quando você recuperar seus sentidos, você saberá na ponta da língua sua maior ambição…

Se você não passou por uma dessas, mas sabe que não sabe sua ambição ainda… como a vida te preservou e isso também é bom… você vai precisar se esforçar um pouquinho para achar as respostas…

Se você deu ‘sorte’ ou fez excelentes escolhas que não precisou ou precisa mudar nada na sua vida, puxa… você é mesmo uma pessoa de sorte! Apesar disso, responda qual é sua maior ambição…

Sinceramente, para mim, uma das perguntas mais profundas de autoconhecimento e que desencadeou uma série de mudanças na minha vida foi “Qual era minha maior ambição?” Quando respondi esta pergunta no silêncio de algumas noites de reflexão, coisas começaram a acontecer…

Perguntar-se qual é sua maior ambição é como responder por o quê que vale a pena lutar… Em que se vai empregar seu tempo… Quais são as renúncias que você está disposto (a) a fazer… isto é, que preço está disposto a pagar? Como sua vida vai passar… Quais são as pessoas que farão parte deste novo estilo de vida…

Vou fazer uma breve ilustração… “baseado em ficção”… 😀

businessman-and-a-businesswoman_23-2147580178Imagine uma moça/moço que sua maior ambição é ser um profissional bem sucedido… Geralmente altos executivos são bem focados e objetivos, quando despertam bem jovens, traçam metas ambiciosas… Vamos pensar em um cenário ‘qualquer’: até os 30 querem estar estáveis em suas carreiras, em cargo de gestão, com salário x. Até os 40 um cargo de direção… Até os 50 com grana guardada e depois dos 55/60, vão relaxar e curtir a vida.

Desculpe, jogar baixo… vamos torcer para nenhum familiar ou amigo importante adoecer e morrer até os 60, porque como iria parar de trabalhar aos 55, pelo menos terá 5 anos para curtir a família e amigos. Vamos torcer para o casamento dar certo, a esposa ou marido ser idêntico ou conviver bem com a diferença de ritmo…  Vamos torcer também para que tenha tido tempo de fazer o filho, curtir a barriga e os pré-natais e vamos torcer para não ter nada no Outlook na hora do parto (acredite… outro dia escutei que o bebê nasceu e não estava no Outlook… era uma brincadeira, mas de workaholic…) Vamos torcer para tudo sair na perfeição dos planos…  (desculpe se peguei pesado… eu disse que jogaria baixo, foi preciso…)

Vamos a algumas perguntas de verificação também: quantos jantares de cabeça fresca e focado na família este ser humano terá tido até os 60? Quantas vezes terá parado para buscar seu pirralho na escola? Quantas vezes terá atendido sua mãe no trabalho às 3 da tarde, quando de repente ela viu algo que se lembrou de você e resolveu te ligar para saber como estava o “bebê” dela? Veja que eu nem fiz perguntas do tipo:  quantas férias de 30 dias terá tirado, sessões da tarde, sair do trabalho ainda com a luz do sol…

family-spending-time-together_1098-747Imagine agora que a maior ambição de outro ser-humaninho seja ter equilíbrio de vida… Ou viver uma vida familiarmente bem sucedida… Como seria a vidinha desta pessoa? Como seriam suas escolhas? Como ela empregaria seu tempo? Infelizmente só não temos as respostas no “Globo Reporte de hoje”…

Estou escrevendo este post e escutando “Trem Bala”…. e compartilho alguns trechos…

Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu
É sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu
A gente não pode ter tudo
Qual seria a graça do mundo se fosse assim?

Não é sobre tudo que o seu dinheiro é capaz de comprar
E sim sobre cada momento sorriso a se compartilhar
Também não é sobre correr contra o tempo pra ter sempre mais
Porque quando menos se espera a vida já ficou pra trás

E a gente é só passageiro prestes a partir…

Voltando ao post, e aí passageiro? Qual sua maior ambição?!

Realizar sua ambição é ser bem sucedido. Para ser bem sucedido naquilo que te importa você precisará investir tempo… agora mesmo não me recordo de quem é a frase, talvez de Osho => a energia flui para onde sua atenção vai. Isto é, sua vida é bem sucedida onde você coloca sua atenção… por isso, pare por um instante, antes que seja tarde e descubra sua maior ambição…

Veja… sem qualquer ideologia religiosa, não temos a certeza de que haja vida após a morte… Por isso, temos uma única vida para viver na nossa plenitude…

Faça suas escolhas conscientemente! Não deixe a vida te levar… Você toma decisões diariamente onde você emprega seu tempo, como você se comporta, de que maneira você leva a vida… até mesmo sua roupa ou o restaurante em que você almoça reflete sua ambição…

E você já parou para pensar em tudo isso?!

Um grande abraço e paz em suas reflexões…

Debora

Dica de Carreira 62 – Plano de Desenvolvimento: 80 cursos do Coursera por competência

Olá, Pessoal, tudo bem?

Consegui mapear 80 cursos maravilhosos do Coursera para vocês, ainda tem muito mais… assim que der posto.

Segue por “competência” e os links!

 

Você pode optar por se cadastrar como “Ouvinte”, degusta o conteúdo, aprende e não gasta nada. Ou você pode optar pela emissão do certificado que geralmente é 75 doláres.

Divirtam-se, inclusive sábado à noite… ao invés de ir para a balada… rs…

Abraço e até breve,

Debora.

Competência
Curso
Idioma
Universidade
Link
Administração
Fundamentals of Management
IN
Universidade da Califórnia, Irvine
https://www.coursera.org/learn/fundamentals-of-management
Análise de Dados
Business Analytics and Digital Media
IN
Indian School of Business
https://www.coursera.org/learn/business-analytics
Análise de Dados
Design de Informação
IN
Universidade da Califórnia, San Diego
https://www.coursera.org/learn/infodesign
Análise de Dados
Introduction to Big Data
IN
Universidade da Califórnia, San Diego
https://www.coursera.org/learn/big-data-introduction
Análise de Dados
Business Analytics for Decision Making
IN
Universidade do Colorado, Boulder
https://www.coursera.org/learn/business-analytics-decision-making
Análise de Dados
Business Analytics for Decision Making
IN
Universidade do Colorado, Boulder
https://www.coursera.org/learn/business-analytics-decision-making
Análise de Dados
Communicating Business Analytics Results
IN
Universidade do Colorado, Boulder
https://www.coursera.org/learn/communicating-business-analytics-results
Análise de Dados
Introduction to Data Analytics for Business
IN
Universidade do Colorado, Boulder
https://www.coursera.org/learn/data-analytics-business
Análise de Dados
Predictive Modeling and Analytics
IN
Universidade do Colorado, Boulder
https://www.coursera.org/learn/predictive-modeling-analytics
Análise de Dados
Think Again I: How to Understand Arguments
IN
Universidade Duke
https://www.coursera.org/learn/understanding-arguments
Análise de Dados
Think Again II: How to Reason Deductively
IN
Universidade Duke
https://www.coursera.org/learn/deductive-reasoning
Análise de Dados
Think Again III: How to Reason Inductively
IN
Universidade Duke
https://www.coursera.org/learn/inductive-reasoning
Análise de Dados
Think Again IV: How to Avoid Fallacies
IN
Universidade Duke
https://www.coursera.org/learn/logical-fallacies
Análise de Dados
Game Theory
IN
Universidade Stanford
https://www.coursera.org/learn/game-theory-1
Análise de Dados
Organizational Analysis
IN
Universidade Stanford
https://www.coursera.org/learn/organizational-analysis
Autodesenvolvimento
Uma Vida de Felicidade e Realização Pessoal
IN, ES
Indian School of Business
https://www.coursera.org/learn/happiness
Autodesenvolvimento
Psicologia Positiva
IN
The University of North Carolina at Chapel Hill
https://www.coursera.org/learn/positive-psychology
Autodesenvolvimento
Aprendendo a aprender: ferramentas mentais poderosas para ajudá-lo a dominar assuntos difíceis
IN, PT
Universidade da Califórnia, San Diego
https://www.coursera.org/learn/aprender
Autodesenvolvimento
Converting Challenges into Opportunities
IN
Universidade da Califórnia, San Diego
https://www.coursera.org/learn/converting-challenges-into-opportunities
Autodesenvolvimento
Psicologia da Popularidade
IN
Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill
https://www.coursera.org/learn/popularity
Autodesenvolvimento
De-Mystifying Mindfulness
IN
Universidade de Leiden
https://www.coursera.org/learn/mindfulness
Autodesenvolvimento
Altruísmo Eficaz
IN
Universidade de Princeton
https://www.coursera.org/learn/altruism
Autodesenvolvimento
O Budismo e a Pscicologia Moderna
IN
Universidade de Princeton
https://www.coursera.org/learn/science-of-meditation
Autodesenvolvimento
Introduction to Psychology
IN
Universidade de Toronto
https://www.coursera.org/learn/introduction-psych
Autodesenvolvimento
Love as a Force for Social Justice
IN
Universidade Stanford
https://www.coursera.org/learn/love-social-justice
Autodesenvolvimento
How to Change the World
IN
Universidade Wesleyan
https://www.coursera.org/learn/world-change
Comunicação
Communication in the 21st Century Workplace
IN
Universidade da Califórnia, Irvine
https://www.coursera.org/learn/communication-in-the-workplace
Comunicação
Business Writing
IN
Universidade do Colorado, Boulder
https://www.coursera.org/learn/writing-for-business
Comunicação
Giving Helpful Feedback
IN
Universidade do Colorado, Boulder
https://www.coursera.org/learn/feedback
Comunicação
Successful Presentation
IN
Universidade do Colorado, Boulder
https://www.coursera.org/learn/presentation-skills
Comunicação
The Dynamics of Group Communication
IN
Universidade do Colorado, Boulder
https://www.coursera.org/learn/dynamics-group-communication
Comunicação
Comunicação de liderança para obter o máximo impacto: contando histórias
IN
Universidade Northwestern
https://www.coursera.org/learn/leadership-storytelling
Digital
Digital Transformations
IN
Indian School of Business
https://www.coursera.org/learn/digital-transformations
Digital
Internet of Things: Communication Technologies
IN
Universidade da Califórnia, San Diego
https://www.coursera.org/learn/internet-of-things-communication
Empreendedorismo
Fundamentos del Emprendimiento: Pensamiento y Acción
IN, ES
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/fundamentos-del-emprendimiento
Finanças
Behavioral Investing
IN
Indian School of Business
https://www.coursera.org/learn/behavioral-investing
Finanças
Introduction to Financial Markets
IN
Indian School of Business
https://www.coursera.org/learn/financial-markets-intro
Finanças
Finance for Non-Financial Professionals
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/finance-for-non-finance-managers
Finanças
Strategic Business Management – Macroeconomics
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/strategic-business-management-macroeconomics
Gestão de Conflitos
The Arts and Science of Relationships: Understanding Human Needs
IN
Universidade de Toronto
https://www.coursera.org/learn/human-needs
Gestão de Conflitos
Conflict Resolution Skills
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/conflict-resolution-skills
Gestão de Conflitos
Intercultural Communication and Conflict Resolution
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/intercultural-communication
Gestão de Projetos
Managing Project Risks and Changes
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/project-risk-management
Gestão de Tempo
Work Smarter, Not Harder: Time Management for Personal & Professional Productivit
PT, IN, ES
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/work-smarter-not-harder
Inglês
Business English: Finance and Economics
IN, ES
Universidade do Estado do Arizona
https://www.coursera.org/learn/ingles-empresarial-finanzas-economia
Inglês
Business English: Management and Leadership
IN, ES
Universidade do Estado do Arizona
https://www.coursera.org/learn/ingles-empresarial-gestion-liderazgo
Inglês
Business English: Marketing and Sales
IN
Universidade do Estado do Arizona
https://www.coursera.org/learn/marketing-sales-english
Inglês
Adjectives and Adjective Clauses
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/adjective-clauses
Inglês
Conjunctions, Connectives, and Adverb Clauses
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/conjunctions-connectives-adverb-clauses
Inglês
Conjunctions, Connectives, and Adverb Clauses
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/conjunctions-connectives-adverb-clauses
Inglês
Essentials of Entrepreneurship: Thinking & Action
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/entrepreneurial-thinking
Inglês
High-Impact Business Writing
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/business-writing
Inglês
Noun Clauses and Conditionals
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/noun-clauses-conditionals
Inglês
Perfect Tenses and Modals
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/perfect-tenses-modals
Inglês
Tricky English Grammar
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/tricky-english-grammar
Inglês
Verb Tenses and Passives
IN
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/verb-passives
Liderança
Intercultural Management
IN
ESCP Europe
https://www.coursera.org/learn/intercultural
Liderança
Dando sentido à sua experiência em liderança
IN
HEC Paris
https://www.coursera.org/learn/leading-sense
Liderança
Desenvolvendo suas habilidades de liderança
IN
HEC Paris
https://www.coursera.org/learn/leadership-skills
Liderança
Leading Organizations
IN
HEC Paris
https://www.coursera.org/learn/leading-organizations
Liderança
Leadership and Emotional Intelligence
IN
Indian School of Business
https://www.coursera.org/learn/emotional-intelligence-in-leadership
Liderança
Be a Leader, Develop a Leader
IN
Universidade Case Western Reserve
https://www.coursera.org/learn/be-a-leader
Liderança
Inspirando a Liderança através da Inteligência Emocional
IN
Universidade Case Western Reserve
https://www.coursera.org/learn/emotional-intelligence-leadership
Liderança
Leading Positive Change through Appreciative Inquiry
IN
Universidade Case Western Reserve
https://www.coursera.org/learn/appreciative-inquiry
Liderança
Women in Leadership: Inspiring Positive Change!
IN
Universidade Case Western Reserve
https://www.coursera.org/learn/women-in-leadership
Liderança
Coaching Conversations
IN
Universidade da Califórnia, Davis
https://www.coursera.org/learn/coaching-conversations
Liderança
Coaching Practices
IN
Universidade da Califórnia, Davis
https://www.coursera.org/learn/coaching-practices
Liderança
Managing as a Coach
IN
Universidade da Califórnia, Davis
https://www.coursera.org/learn/managing-as-a-coach
Liderança
Setting Expectations & Assessing Performance Issues
IN
Universidade da Califórnia, Davis
https://www.coursera.org/learn/coaching-expectations-performance
Liderança
Managing Responsibly: Practicing Sustainability, Responsibility and Ethics
IN
Universidade de Manchester
https://www.coursera.org/learn/responsible-management
Liderança
Colaboração de alto desempenho: liderança, trabalho em equipe e negociação
IN
Universidade Northwestern
https://www.coursera.org/learn/leadership-collaboration
Liderança
Leadership Through Design Innovation
IN
Universidade Northwestern
https://www.coursera.org/learn/leadership-design-innovation
Liderança
Leadership Through Social Influence
IN
Universidade Northwestern
https://www.coursera.org/learn/leadership-socialinfluence
Liderança
Influencing People
IN
University of Michigan
https://www.coursera.org/learn/influencing-people 
Liderança
Motivando e Inspirando Pessoas
IN
University of Michigan
https://www.coursera.org/learn/motivate-people-teams
Marketing
Introdução ao Marketing Analítico
PT
Insper
https://www.coursera.org/learn/marketing-analitico
Negociação
Negociações de sucesso: estratégias e habilidades essenciais
IN
Universidade de Michigan
https://www.coursera.org/learn/negociacao
Negociação
The Art of Negotiation
IN, ES
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/art-of-negotiation
Resolução de Problemas
Effective Problem-Solving and Decision-Making
IN, ES
University of California, Irvine
https://www.coursera.org/learn/problem-solving

Dica de Carreira 61 – Você tem seu plano de ação?

Olá, Pessoal, tudo bem?

Desejo que sim! E que muito bem!

Como havia prometido, vou falar a respeito do Plano de Ação. Imagino que você pode ter lido a dica 60 e ficou aguardando o plano e lógico que eu não iria lhe decepcionar.

O modelo utilizado aqui é o 5W2H, também vem do Inglês – 5 perguntas com W: What, Why, Where, When, Who e 2 com H: How e How much. E bastante utilizado nos projetos para definir a rota de ação e lhe ajudará a ser organizar melhor.

A seguir, segue o link da Ferramenta: 2017_Ferramentas_Plano de Acao 5W2H_Dicas de Carreira.

Abaixo, como pode ver, há ao lado direito a meta estabelecida que norteará o seu plano. As ações devem ser escolhidas para lhe ajudar a chegar a algum lugar, correto? Então por isso, defina sua meta e após defina as ações que lhe ajudarão alcançá-las.

A SWOT se relaciona aqui em dois aspectos prioritários:

  1. Trabalhar para minimizar seus pontos fracos que podem ser ameaças. Resgate-os na SWOT e imunize-se!
  2. Potencializar seus pontos fortes. Quando falamos de desenvolvimento de potencial geralmente focamos em refinar as fortalezas e tirar proveito delas.

Insira no plano abaixo, ações para seu desenvolvimento, ações para melhor exposição de seu trabalho, ações de relacionamento e muito mais!

Um plano de ação precisa ser acompanhado, não é mesmo? Defina uma rotina para o follow-up (acompanhamento) das ações e seja rigoroso e disciplinado.

Ideia não gera resultado, ação sim!

5W2H_Career Coaching

Plano de Ação – 5W2H – Career Coaching

Boa sorte nas ações e até breve!

Debora

 

Dica de Carreira 60 – Você já fez uma SWOT Pessoal?

Olá, Pessoal, tudo bem?

Espero que sim! E que esteja tudo em paz por aí!

Antes de entrar na dica de hoje propriamente dita, quero compartilhar que tenho e terei algumas novidades do lado de cá. A que eu posso compartilhar neste momento é que me formei em Coaching de fato e de direito…E agora algumas dicas terão algumas ferramentas para você, se for quiser, aplicar em si.

Fazer o curso de Coaching era um grande objetivo (e sonho) e antes de tomar esta decisão, a “São Tomé” aqui resolver viver o processo… vivi por 4 anos e cheguei ao ponto deste ano.

Calma, sem pensamentos rápidos… você pode deve estar pensando: Debora, você fez um processo de Coaching por 4 anos?!

Nãoooooo… o Coaching é muito mais rápido, dura na casa de 8 a 12 sessões e trabalha sobre um objetivo específico. A questão é que gostei da “brincadeira”, atingi um grande objetivo e quis mais… e mais e mais… Até o ponto que cheguei este ano de que agora acredito no processo, vi o resultado e mais do que nunca estou alinhada aos meus valores pessoais e missão de vida que é ajudar aos demais no despertar de suas carreiras e decidi me formar para atuar.

Por conta disso, quero compartilhar com vocês uma ferramenta fundamental para você tomar as rédeas de sua carreira: a SWOT Pessoal…

Para iniciar o processo de Coaching de Carreira precisamos mapear valores, missão, visão e etc… E tudo isso é algo que vou falar mais para frente… Para não ficar esperando o ótimo que seria escrever tudo isso para depois a SWOT, vou fazer o bom que é falar desta belezura.

Ela serve para você começar a mapear sua fortalezas e suas fraquezas, bem como estar atento às ameaças e oportunidades que você pode obter por meio dos primeiros itens.

Vamos lá:

SWOT é um termo é que formado pelas iniciais das palavras a seguir em Inglês: Strengths, Weaknesses, Opportunities, Threats. Em português, podemos encontrar como FOFA: Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças.

Esta ferramenta ela nasceu na Administração de Negócios, mas pode ser perfeitamente replicada para você se autoanalisar.

Para lhe ajudar, fiz uma para você. Acesse aqui 2017_Ferramentas_SWOT Pessoal_Dicas de Carreira.

Como você pode ver abaixo, são 4 quadrantes para que você identifique os pontos alinhados a cada um.

Para mapear suas forças, pense em tudo aquilo que você faz bem, especialmente as coisas que você faz muito bem e parecem fáceis (estas são os nossos dons, que embora devamos aperfeiçoa-los, são nossas pré-disposições); pense nos elogios que você recebe, nas situações que você se diferencia positivamente dos demais. Como as pessoas próximas falariam de você e lhe elogiariam? Aqui você poderá colocar aspectos comportamentais e técnicos ou que misturem ambos, por exemplo: uma pessoa que tenho habilidades de comunicação com diferentes públicos (esta envolve aspectos técnicos e comportamentais). Se puder, pense em uma situação que comprove esta fortaleza. Pense em como você é que lhe faz um serzinho especial…

A melhor frase para mapear força é “O que lhe faz único ou única?” – Romântico e matador, não?!

Para as fraquezas,  aquela parte que nem sempre gostamos de fazer principalmente quem é perfeccionista. Mas é fato que viemos ao mundo com vários defeitos de fábrica… O ponto aqui será entender eventuais dificuldades que você anda tendo ou puxões de orelha. Também podem ser técnicos, comportamentais ou que envolvam ambos. Como vai sua organização (evidências: sua mesa, seu carro, seu quarto, sua bolsa)? Pontualidade? Controle Emocional (ou gênio, popularmente falando)? Como vai o Inglês? Excel e outros apps? Habilidades políticas? (Sabe dançar a valsa corporativa? Vamos dizer valsa, pois ela precisa ser elegante… mas há quem pense que há dias que é parecido com o funk ou rock pauleira, não é mesmo?! ;-))

Para as oportunidades, pense agora no que você pode vir a obter com suas forças. Como tirar proveito daquilo que você sabe fazer bem? Como você pode ganhar dim-dim? Se tenho um objetivo profissional e pessoal, como meus pontos fortes podem me ajudar a chegar mais perto destas metas e sonhos?

Para as ameaças, o que você pode perder com base nas suas fraquezas? Supondo que você não seja uma pessoa (auto)motivada… você poderá perder a oportunidade de evoluir sempre mais, pois precisa de alguém de fora para lhe dar a ânimo para você entrar em ação. Você pode ser uma pessoa de sorte em ter pessoas que lhe motivem, mas pense bem se isso é bom… O que você pode perder se não melhor o Inglês? O que você pode deixar de ter se for uma pessoa geniosa e sem filtros no ambiente de trabalho?

Bom… divirta-se alguns minutos pensando nestas questões e fique à vontade para baixar o material que inseri como link.

Depois a SWOT, você poderá fazer um plano de ação… e vou falar sobre isso nos próximos capítulos, ok?

Grande abraço e que sua vida seja cheia de luz… E ao ser luz, que você ilumine e não ofusque.

SWOT Pessoal

SWOT Pessoal

Dica de Carreira 59 – O que você fará por sua carreira este ano?

Olá, Pessoal,

Espero que estejam bem!

Você já se perguntou o que fará por sua carreira neste ano?

Não sei você, mas eu, eu adoro pensar dirigindo e ouvindo uma música… em meio a um passeio, tive um insight sobre os pedais e a carreira…ah se carreira fosse tão fácil como conduzir um carro… sonho nosso…

Carreira é complexo… tem tempo, tem causa, tem consequência… tem dor, tem alegria, tem conquista, tem fracasso…

Mas vamos tentar simplificar o tema… e compará-lo com você dirigindo e pensar no que você fará pela sua carreira este ano…

Ao dirigir um carro, precisamos ter claro o trajeto e saber conduzi-lo… não adianta sentar, sem saber para onde ir e tampouco sem saber como usar os pedais…

Já pensou se você senta, liga o motor, começa a andar e não sabe para onde está indo? Além de nunca chegar a lugar algum específico, você corre o risco de perder tempo… sabe lá, se não vai anoitecer, você vai ver ter menos visibilidade e aí pode correr o risco de cair em lugares não adequados. Pegando esta parte e pensando como isso seria na carreira, penso que seria como você não saber o que quer da sua vida… aí se a empresa te promove, te move, te mantém onde está, tudo isso serve…aí o tempo vai passando e quando você, ficou mais velho, oportunidades passaram, você perdeu o timing e aí não dá para voltar no tempo… aí quando o tempo passa e as oportunidades também, você acaba por começar a aceitar coisas sem escolher e pode cair em cilada…

Aí vamos para a segunda parte, você sabe para onde quer ir…a estrada é a que você gostaria de estar, você sabe dirigir e olha para os pedais… você deverá colocar uma marcha e acelerar, até que determine sua velocidade desejada, conforme o limite da via,  seus limites de valores pessoais e  própria capacidade do seu posante… estar sozinho ou acompanhando também influencia suas decisões… dependendo o quanto de carga tenha no carrinho, isso também poderá interferir na performance… além disso, convém aprender a usar o freio… você poderá precisar… e diz as boas práticas que frenagens bruscas são apenas em caso de emergência, caso contrário deve-se reduzir a velocidade co segurança e frenar.

Pegando esta parte e comparando com a carreira, você está em uma empresa (estrada) e sabe onde quer chegar (plano de carreira), você deve olhar para dentro de si próprio (pedais) e ver que tom você dará na sua carreira este ano… você vai acelerar, manter velocidade constante, reduzir ou frenar?  Antes de tomar esta decisão, convido a refletir sobre os aspectos seguintes…

É bem importante conhecer o que sua empresa valoriza como modelo de gestão de carreira (limite da pista) para você ver se você se identifica com isso… há empresas que são mais arrojadas, há empresas que são mais conservadoras… há empresas que permitem os dois, mas tem consequências claras… você pode ser mais conservador, mas aí ficará para trás e não há retorno…

Também é bem importante, conhecer e reconhecer seus próprios limites… como você se sente acelerando? É isso que você quer? A adrenalina de acelerar é alucinante… e viciante… aquela coisa de você acelerar e dar certo, te incentiva a acelerar mais… e você se acostuma com isso e quer mais…vale a pena? Supondo que você esteja na Bandeirantes (minha preferida) a 120 km por hora…sua capacidade pensar rápido e tomar uma boa decisão com esta velocidade não é para qualquer um… e isso na empresa é igual, crescer rápido não é para qualquer um… você tem que estar muito seguro disso e ciente dos efeitos colaterais do vício da alta velocidade e da alta autoconfiança que isso te provoca…já vi muita gente se perder… arrogância, prepotência, coração duro, fé apenas em si próprio… já vi alguns (um tanto extintos) que mantiveram valores fortes e inabaláveis… e você como reagiria?

Provavelmente você que está lendo já foi adolescente… naquela época, quantas vezes escutamos que seríamos tolos se não fossemos ousados até superarmos os nossos limites?! O que você fez? Naquela época, ainda estávamos nos formando enquanto pessoas… a esta altura não é mais aceitável sermos influenciados negativamente por provocações externas que não nos sejam favoráveis… ou nos coloque em cilada. Mas aqui é sutil… e tem reflexão… quando alguém provocar você carinhosamente sobre superar-se, aprender e extrapolar seus limites atuais, entenda o que está por trás daquela provocação na intenção da pessoa e, mais que isso e, mais importante, entenda realmente o que lhe impede de ir mais além…

Aqui vem a parte de conhecer o seu posante e analisar o seu limite de carga para poder não interferir na sua performance… Você não acelera mais por quê? Não quer ou algo te prende? Tem um vídeo lindo do Turismo da Espanha que falava assim: ‘cuanto menos cosas ponga en tu maleta, más espacio queda para las vivencias…’ quando menos coisas tenhamos que carregar, mais espaço se tem para viver… quando menos passado, mais espaço para o presente… quanto por menos pessoas você tenha que se preocupar, menos medo talvez você terá de arrojar… Descubra-te-lo! Se for preciso, compartilhe ou devolva o peso a quem de direito… Fácil? Longe disso… Pedais são mais fáceis… tirar malas do porta-mala é mais fácil…

Fato é que se os parágrafos anteriores fizeram eco para você isto é um sinal… se você não teve nenhuma reação no seu corpicho e mente enquanto lia o parágrafo anterior, aí ok… você provavelmente está satisfeito com seu ritmo… mas se ao ler você teve vontade de parar de ler e começar a agir, hum… dentro deste coração bate um ritmo no mínimo de salsa… opa… 1, 2, 3 da un pasito para frente… 😀 e você gosta mesmo da vida com emoção…

A velocidade de sua vida é você quem determina… se você acelera, reduz ou frena, entenda o porquê está fazendo isso…e decida conscientemente… porque alguém um dia, pode te questionar sobre isso e você terá a convicção de saber o porquê tomou aquela decisão…

A decisão de reduzir, não é fácil mas às vezes a vida precisa… às vezes, quando você passa por uma questão pessoal delicada (perder um membro da família ou quase, ter um problema de saúde, divorciar-se… acho que esses são os mais comuns), isso provavelmente interfere na forma como você levará sua vida pessoal e imagina sua vida profissional… E se você por tudo isso ao mesmo tempo (olha que eu conheço um caso assim….),  talvez você vai ficar mais cauteloso e até parar por um tempo, mas não permita que o medo de impeça de ousar e de vencer…

Acho que era isso… e aí, decidiu? Vai acelerar, manter, frear e mudar de pista, desacelerar?

Não importa exatamente como foi até agora… sempre digo, conte o tempo para os seus resultados a partir do momento que tomou decisões… tomou decisão de verdade: eu quero isso…ok, conte o tempo… quem toma decisões e faz sua parte de verdade não há como dar ‘errado’…; salvo, na minha forma de crer, se Deus não quiser…  mas aí, quem tem fé, sabe que não deu errado… porque também tem aquela certeza que os planos d’Ele podem ser melhores que o meu…

Se você leu até aqui, sai da telinha, vai lá e arrasa! Sinta-se carinhosamente empoderado (a) com esta mensagem… e como diz uma querida empresa por aí, a força vem de dentro… abre a comporta e deixa jorrar! Que você tenha paz, uma convicção profunda e muito discernimento para usar o seu poder.

Abraço,

Debora.

Dicas de Carreira – Reflexões de Ano Novo

Bom dia, Pessoal,

Espero que todos estejam bem!

Imagino que você já deva estar pensando nos planos para 2017, não é mesmo? É bem comum, logo que vem o Natal e chega esta semana de Ano Novo, ficarmos pensando o que queremos para o próximo ano e blá, blá, blá…

Confesso que já fui bem assim e ainda sou um pouco, mas mudei minha forma de ver a vida e de planejá-la pensando mais no agora no que no longo prazo…

Como diria uma famosa música: tudo muda o tempo todo no mundo (oooo)… a vida vem em ondas como o mar… (às vezes, tsunami…)…

Acho que eu sou uma especialista em turbulências, mas este ano de 2016 a vida me trouxe novamente à tona o quanto tudo pode mudar em um instante… e o quão efêmera é a vida…perdi um amigo querido em 45 dias e vi uma querida anja simplesmente não voltar no dia seguinte… E fiquei abismada sobre como as famílias lidaram… revoltados?! Que nada…uma força interior, uma aceitação, um senso do presente, um entendimento que esta é a vida…que foi incrível…

A gente vê o tempo todo aquelas frases lindas: carpem diem; o presente é o melhor momento e tantas outras, mas será mesmo que a gente entende e faz sentido?

Durante este ano, mais que nada aprendi…ouvi e ouvi muito mesmo e, com alegria a música de Julieta Venegas que dizia: “el presente es lo unico que tenemos; el presente es lo unico que hay…” a música é uma bela reflexão…o presente é a única coisa que temos na mão…

Temos que sonhar, fazer planos, pensar no futuro, cuidar dele… não estou falando para não fazermos isso; estou apenas convidando vocês e compartilhando a experiência de olhar para o agora e viver o hoje…

Eu não sei como está sua vida hoje… se você está empregado, desempregado, com saúde, enfermo… feliz ou triste… mas tudo isso é só um detalhe…  se você está lendo isso agora é porque você está vivo e com a chance de viver intensamente a vida… lembro de minha querida terapeuta falando: Debora, uma vida é como um exame do coração… aquelas linhas estáveis mostram a morte… um coração vivo é cheio de linhas altas e baixas…

Sabe, se quiser, ainda posso te trazer um cunho religioso…em Jó, se Deus nos dá as alegrias, devemos suportar as coisas tristes…e aceitá-las com paciência, fé e serenidade.

Aí minha gente, o que vale mesmo a pena é aproveitar o hoje e pensar no amanhã… não apenas projetar a vida para “como eu quero que ela seja”; “seria muito melhor se”… bobeira…

Se você está empregado, curta!

Se você está desempregado, vá ao cinema, faça bolinho de chuva…mas também mande os currículos… não para qualquer lugar, mande para os lugares que você realmente acha que vale a pena e mande cada currículo com concentração e oração…

Se você está de férias, descanse… descanse, descanse e estude… o futuro é reflexo do presente… tem um montão de gente sem Inglês, Excel e etc curtindo a praia, o campo e o sofá… e você?! Tira um tempo para fazer para uns cursinhos no Coursera (amo demais este site…e também estou fazendo meus cursinhos…)

Se você está bem, olha para a saúde… já marcou os médicos? Já olhou para a balança pós Natal? E seus familiares estão bem? Seus pets? Todo mundo cuidado?

Se você está dodói… curta o chamego da família, dos médicos e se cuide…aproveite, se você cre, para se aproximar de Deus…

Enfim… antes de fazer aquela lista clássica de final de ano, mude sua forma de ver a vida… o futuro é uma soma de vários hojes…o que for bom, curta! O que não for tão bom assim, aceite e aprenda…e este azedo talvez vá te apurar o gosto do doce depois que ele passar…

Depois, aí sim faz a listinha, a comum… rs… O que você vai querer para 2017?! E, só para não perder a oportunidade e o sentido do post… tem certeza mesmo que o você quer para 2017 só dá para ter em 2017? Qual seu primeiro passo que você poderia dar hoje?!

Bom… acho que é isso… ‘borá’ lá dar meus primeiros, segundos e terceiros passos dos meus desejos…

Até breve!

Com muitos votos de dias melhores para sempre! A começar por hoje!

Debora

Palestra 18/05 – Pro Jovem – ETEC Santana do Parnaíba

Olá, pessoal, tudo bem?

Hoje foi um dia incrível! O dia inteiro com uma turminha sensacional e falando sobre carreira. Meu muito obrigada:

  • Ao Pro-Jovem
  • À ETEC Anhanguera Bartolomeu
  • À turminha que compareceu
  • À minha mãe – que foi de assessora técnica 😉

Passei aqui rapidinho para dizer meu muito obrigada e postar o material para vocês, mas imaginem que minha bateria está nos seus últimos minutos… 🙂 Assim, volto em breve para escrever mais sobre a palestra!

Abaixo segue o material para download:

Caso não consiga acessar, use o link: http://pt.slideshare.net/deboramiceli/201605-debora-miceli-dicas-de-carreira-palestra-para-jovens-62166274

Ah, por fim, caso saiba de algum lugar que gostaria de/precisa receber a Caravana Dicas de Carreira, manda uma mensagem para mim… Lembro que este site e estas palestras fazem parte do meu projeto de desenvolvimento social, isto é, meu obrigada ao mundo por tudo que a vida me proporcionou. Não cobro cachê…

Um abraço no coração!

Debora.

 

 

 

Dica de Carreira 58 – Planejamento de Carreira: E se eu for demitido? 14 dicas para saber por onde começar!

demitidoOlá, Pessoal, tudo na paz? 🙏🏻

Espero que todos estejam em paz… já que o mercado está difícil e estar bem nem sempre é possível, que fiquemos em paz pelo dever cumprido e a tranquilidade de estarmos fazendo nosso melhor!

Esta dica é dedicada às pessoas que acabaram de ser convidadas a refletir sobre carreira… e estão buscando uma nova oportunidade…

Foi demitido, e agora?

  1. Tire uns dias de férias… não faça nada de cabeça quente… (Debora, eu tenho conta para pagar, sou um pai de família… e agora?), muita calma nesta alma… já passei por isso, fiquei desesperada e fiz besteira… aceitei algo que se tivesse pensado mais friamente não teria aceitado.
  2. Faça um PDCA… PDCA?! De forma técnica você pode ver na Wiki (https://pt.wikipedia.org/wiki/Ciclo_PDCA), porém traduzindo de forma mais prática -> pensa na situação vivenciada… o que você aprendeu? o que você acertou? o que você poderia fazer melhor? você notou sinais que este momento estava próximo? (quando der, vou escrever sobre isso… sinais que as coisas não vão bem… a dica que dou é que é bem parecido com o fim de relacionamentos… começa um ligeiro “te deixo para lá”, “nada que você faz agrada” – já deu para pegar o fio, né?! 😦 ). Quais são algumas lições que você notou que poderá fazer diferente na próxima oportunidade?
  3. Tome uma decisão: você quer buscar algo parecido com o antigo? Ou quer algo novo? A primeira resposta é para aqueles que tem certeza que estavam felizes com o que faziam… A segunda é para aqueles que ao longo da vida deixou algum sonho para traz e quem sabe está na hora de resgatá-lo.
  4. Monte seus materiais da batalha: aqui se trata afiar o machado… você deve estar pronto para ser rápido.
    • Currículo -> https://dicasdecarreira.com/2012/02/21/dica-de-carreira-40-ferramentas-checklist-do-cv-nao-gerencial/
    • Currículos em outros idiomas -> se você tiver fluência em outras línguas sugiro fazer o cv nelas também: pelo menos em Inglês é sempre bom ter.
    • Perfil do Linkedin atualizado (se der, em Português e Inglês)
    • Carta de apresentação ou mensagem para envio -> https://dicasdecarreira.com/2011/12/30/dica-de-carreira-22-curriculo-mensagem-para-envio-do-cv/
    • Lista de referências -> aqui sugiro você fazer um word e apenas enviar em caso de solicitação – você deverá ter 2 ex-chefes, 2 pares, 2 subordinados (se você tiver sido líder). Idealmente pergunte a essas pessoas que você gostaria de poder contar com a referência delas e se elas autorizam.
    • Lista de documentos -> seja otimista! Vai que você tem uma boa notícia e tem que sair correndo para montar a lista de docs… geralmente são sempre os mesmos: RG, CPF, Carteira de Reservista, Carteira de Trabalho, Diplomas Universitários, Comprovante de Endereço, etc… Já deixe tudo prontinho…
  5. Comece a pesquisar para onde você vai enviar o seu cv -> de preferência faça uma lista no Excel para depois poder controlar se já enviou ou não)
    • Qual são os setores que você gostaria de trabalhar?
    • Quais são as empresas deste setor que são referência em termos de tamanho? (Dica: http://exame.abril.com.br/topicos/melhores-e-maiores)
    • Quais são as empresas que podem ter um bom conjunto de atributos? (Dica: http://vocesa.uol.com.br/noticias/carreira/as-150-melhores-empresas-para-voce-trabalhar-2015.phtml)
    • Quais são as consultorias que atendem este setor ou postos como o seu? (Consultoria geralmente contrata profissionais com salários superiores a 4 mil) – Faça uma lista de consultorias (busque no Google: “executive search” “seleção de executivos” “vagas especialistas” etc)
    • Quais são os grandes sistemas de recrutamento online? (Vagas.com; Elancers; UCN, Infojobs?)
    • Quais dessas empresas têm anúncio de vagas no Linkedin?
    • Quais são os possíveis nomes do seu cargo que poderão ser usados nos anúncios? Tente fazer esta lista com e sem abreviações, em português e inglês.
    • Quais são possíveis palavras chaves que poderão ser usadas para procurar alguém como você? (ex. conhecimento de sistema “SAP”; “Oracle”;”Success Factors”)
    • Quais são as possíveis perguntas para te fazerem na entrevista?
    • Qual é o salário médio da sua área e do seu posto?
  6. Ative a Net… a rede de contatos…
    • Você sabe se tem conhecidos em alguma dessas empresas? Um ex-colega de trabalho, de faculdade, amigo, parente?
    • Você tem alguma conexão no Linkedin que você possa contactar?
  7. Ative o Job Search do Linkedin.
    • Você vai precisar usar a dica 5 deste texto. Nomes de cargo e palavras chaves.
    • Se tiver Iphone ou celular com Android, baixe o aplicativo “Linkedin Jobs”
  8. Comece a mandar os cvs  nos sites e deguste este momento. Cada cv, uma oração, um pensamento positivo!
    • A medida que você for entrando nesses sites, verifique se é possível cadastrar um “buscador de oportunidades”
  9. Comece a mandar os cvs para “pessoas” para endereços de e-mails:
    • Se você tem Linkedin você pode exportar seus contatos e fazer um belo filtro;
    • Além disso, sugiro você trabalhar com o Outlook, assim você pode até tentar fazer uma mala direta com base nos seus contatos linkedizianos.
    • Não envie mensagens com cópia oculta -> eu deleto e me sinto “só mais uma tentativa sua” e não um interesse genuíno!
    • Não envie mensagens para mim e para o mundo -> eu deleto e fico brava! Quem deixou você expor meu e-mail para todo mundo?!
    • Não envie mensagens sem um texto gentil -> poxa, eu paro para ler seu cv… que tal me mandar com a mensagem que te sugeri lá no item 4?
    • Não confunda meu nome ou tipo deixe vestígios que você reencaminhou aquele e-mail. Elegância neste momento é fundamental… um email, uma oração, um cuidado, uma chance, muitas energias positivas, muito sucesso!
    • Não envie seu cv para e-mails que não sejam corporativos… ex. o meu e-mail no Linkedin é do Gmail, vira e mexe eu recebo cv. Fico lisonjeada pela confiança… Mas não aconselho, você enviar o cv para pessoas jurídicas e não pessoas físicas.
  10. Faça sua agenda desta rotina e se prepare:
    • Qual é o melhor horário para você enviar os cvs? Quando se sente mais produtivo para isso?
    • Você consegue alguns contatos bacanas para fazer pelo menos umas 2 entrevistas testes? Uma amiga do RH, um ex-chefe? Alguém que possa dar uns toques verdadeiros?
    • Pesquisou a lista das principais perguntas? Ótimo, dedique um tempo: responda e grave e escute… Aqui é sútil: você não deve chegar igual um robô, mas convenhamos… você deve sim saber o que tem que falar e tentar ser o mais espontâneo possível. De preferência, escute no dia seguinte, certamente você vai mudar o que disse… rs
    • Vai ter que fazer entrevista em Inglês -> good! De novo, aperte o play e grave! Escute…
  11. Legal, você tem uma entrevista… (Debora, não exatamente… a esta hora, eu já estou quase parando de ler este texto e começando a fazer esta lista de coisas que você me entuchou… -> peraí, estou acabando… 😉 )
    • Com que roupa você vai? Nem mais e nem menos do que você deve estar naquele momento -> roupa cara assusta para níveis mais operacionais ou iniciantes, por exemplo. Na dúvida: seja homem ou mulher o clássico nunca falha: calça preta e camisa cor clara (gravata combinando com a camisa e meia preta – pelo amor a sua entrevista) e acessórios básicos (na dúvida, moças -> pérolas e podem ser as não originais)
    • Como você vai? Em SP, você precisa pensar bem nisso…
    • Onde você vai? Já pesquisou a empresa? Já sabe muitas coisas sobre ela? Se você falar que veio em uma Multinacional Francesa de Automóveis, uma empresa Alemã de Autopeças; um Consultoria Americana, uma empresa de Alimentos Brasileira eu juro que te diria: Não me diga?! Por favor, relevância… se você fez tudo certinho até agora, mantenha a qualidade.
    • Quem vai te entrevistar? Já deu um olhada no Linkedin da pessoa? Já viu se você tem contato em comum ou algo em comum?
    • Dica humilde sobre o kit entrevista: https://dicasdecarreira.com/2012/03/05/dica-de-carreira-41-entrevista-kit-entrevista-voce-faz-o-seu/
  12. Legal, acabou a entrevista e agora?
    • Devo ligar para o RH? No dia seguinte não… nunca, jamais… em hipótese alguma. Uma semana depois: depende… ele te deu abertura? Se sim, sim. Se não, não!
    • Devo escrever para o RH? No dia seguinte não… mas uma semana depois, pode ser sim… e-mail é sempre menos invasivo que ligar direto.
    • Vocês não me dão feedback e agora?! Pessoal, este tema é sensível… eu juro que tento dar conta de responder aos e-mails, não nem sempre consigo… meu Linkedin está atrasado, por exemplo. Vamos ser honestos… em qualquer área há profissionais bons e ruins… os ruins talvez não se importem, os bons às vezes não tem recurso que faça uma boa gestão dos contatos (tipo sistema), estão sobrecarregados com muitas coisas neste momento… não julga a gente também… pode ter certeza que muitos de nós têm a humildade de se colocar no lugar de vocês e querer tratá-los como nós gostaríamos de ser.
    • Eles me ligaram!!! -> Que super! Amém! -> Estou torcendo por  você, arrase! Revisa tudo o que fez e se prepara para as próximas etapas.
  13. Posso negociar salário?
    • Pode sim, ué?!
    • Posso pedir mais do que na última empresa? Embora o mercado não esteja bom, pedir você pode…mas se você está desempregado, sugiro você dizer seu último salário e dizer para que a empresa que você gostaria de ouvir uma proposta primeiro.
    • Se a proposta for menor? Você avaliou o pacote total? PPR? Vale alimentação? Convênios? Benefícios?
    • Continua abaixo, Debora! E agora? Vou rebaixar minha carteira? Você vai ter que tomar essa decisão… fazer isso por uma boa, eu particularmente acho que vale o risco devido aos benefícios, plano de carreira…
    • Bom, eu fico um tempo e saio… -> Não faça isso! Não aceite então… não é bom para você e nem para a empresa. Você quer um relacionamento de longo prazo? Algo bacana? Então deve começar bem… se não é o que você quer, nem começar… (pessoal, isso é uma decisão de vida minha… não gasto energia com o que não faz sentido a longo prazo… desde que passei a tomar essas decisões, evitei um monte de perda de tempo e energia)
  14. Eles me ligaram e eu fui contratado! -> Amém²! Estou torcendo por você que você seja feliz no seu novo desafio! Vai com calma, tá?! Dê aos poucos o seu melhor… saiba primeiro onde está pisando… não vai entregando todo seu potencial de cara… Para seus pares, seja primeiro querido e depois competente! Seja competente para seu chefe nos bastidores desde o primeiro dia… revise seu plano de carreira e vamos que vamos! Avise as pessoas que te ajudaram neste momento e se for o caso, presentei alguém que fez muita diferença com uma caixinha de bombom e um cartão singelo… gratidão é tudo de bom, ela está na atitude e não no preço do presente.

Bom, foi longo… mas tentei abordar todas as possibilidades de perguntas… se você gostou, comente e mande seu feedback. Se você achou que não faz sentido ou faltaram pontos, me comente também!

Sabe, não tenho como terminar se dizer algo que tocou no coração… já fui demitida e já perdi o emprego amigavelmente, doeu, chorei, desesperei, uma delas eu estava em outro país e contando com aquele emprego… sabe, na hora não entendi, porém tempo depois tenho certeza que aquilo você uma benção!

Você não é mais por ter um emprego e nem menos por não tê-lo! Você é especial… toda panela tem sua tampa e logo você terá de novo a sua! Fica em paz! Acredite em você…

Ótima semana para vocês! E que seu caminho seja iluminado!

Debora.

Dica de Carreira 57 – Planejamento de Carreira: O que faz você feliz?

performance2Olá, Pessoal, tudo bem por aí?

Espero que sim, que tudo esteja bem!

Bom, agora mesmo é um domingo à noite… apesar de ter vários posts em rascunho, este é um que estava há dias para nascer e fazia todo o sentido nascer no domingo à noite!

Houve um feriadinho esta semana que deu para descansar um pouco, não é?  Você aproveitou? Não se trata de viajar, gastar um monte de dinheiro, a pergunta foi se você “aproveitou” – “carpediou” (carpe diem -> aproveite seu dia 😉 )

Se você não aproveitou, só para te provocar, a vida passa muito rápido… e perdemos vários dias sem aproveitá-los… poético, você deve estar pensando? Não é, é real…

Mais sensível ainda é porque hoje é domingo, como você se sente sabendo que amanhã você tem que encarar seu trabalho?

Não precisa estar pulando de alegria, mas basta não sentir aquela agonia ao ouvir a música do Fantástico… ou se você, como eu, é escuta-observador e sabe que tem o comercial de “O Boticário” para marcar que o Fantástico e o Domingo acabaram. E aí como você está?

Opção A: Pensando que “Aiaiaia, amanhã é segunda… é dormir, acordar e ir para a arena.”

Opção B: Pensando que “Delícia, amanhã é segunda e vou para um lugar que me reconhece, que tem pessoas bacanas e que tenho muitos anos pela frente”

Opção C: Pensando que “Bom, não tenho tudo que amo, mas amo tudo o que tenho e vamos lá… a vida poderia ser bem melhor e será, mas isso não impede que eu repita: é bonita, é bonita e é bonita”

N.d.a -> adoraria estar pensando no que fazer amanhã, porém neste momento, você está no acostamento do mercado de trabalho. (Aproveite seu dia mesmo assim, eles não voltam… e este momento pode ser fundamental para você se fortalecer)

É… se você escolheu a opção A só para dar uma reforçada, você deve estar sofrendo, jogando dias fora que nunca mais voltarão… que você aceitar isso não significa ser forte, ao contrário… já parou para pensar sobre porquê você aceita esta situação? Medo do novo?

Se você escolheu a opção B, você tem sorte meu caro… ou cara, não consigo mensurar quantas pessoas devem estar esta bonança como você, mas ajoelha e agradece… você é um privilegiado! Desejo do fundo do meu coração que você aproveite muito este momento e valorize.

Se você escolheu a opção C, você tem maturidade e conta para pagar, não é?! Sim, você tem sorte também… você vive uma relação normal com seu trabalho, altos e baixos e talvez você esteja no momento “baixo”… embora se sonhe com reconhecimento, carreira e etc, trabalho é trabalho… alguém te paga por algo que você faz… é a venda de suas horas, uma relação profissional que deve ter equilíbrio entre razão e emoção.  É nesta letra C que você deveria estar no mínimo…

Aqui entra a pergunta do post: o que faz você feliz? Já parou para pensar?

Porque na real você só vai ter ânimo para acordar segunda-feira se você fizer algo que te deixa feliz… Você pode viver uma lua de mel com seu trabalho, mas cedo ou tarde, talvez sinta o gosto de não ser reconhecido tanto quanto gostaria; de não ter os recursos que você gostaria; de não ter o apoio que você precisaria; de não trabalhar com quem você gostaria; de não receber quanto você acha que deveria… aí você vai ficar corajosamente de frente com a verdade: isso é um trabalho, onde eu passo a maior parte do meu dia, deixo minha família por isso aqui, violo minha saúde muitas vezes por causa daqui…vez ou outra levo para casa e até durmo com isso aqui… é trabalho, você toma um tempo maior do que me dou a mim mesmo… maior do que doou a minha família… E aí?!

E aí, desejo que quando estiver bem cansando… ainda exista forças para recomeçar… (Parece Frejat?! Ah, é sim…)

Bom… extenso o texto… eu estava com saudades de escrever, eu gosto disso… isso me faz feliz… e aí é que você percebe a diferença… Poderia estar com minha família, mas estou aqui… só que isso me recarrega, isso me faz pulsar e quando volto para eles, volto inteira, volto forte… Volto consciente que não me ausentei, mas sim conciliei tudo que me faz feliz…

Certa vez um chefe-mentor muito querido me disse assim: “Debora, a vida é cheia de altos e baixos… não dá para ser feliz o tempo todo, mas o segredo da vida é ter a maior quantidade de momentos felizes… é descobrir o que te faz feliz e começar a preencher a vida com essas coisas”… Sem mais, né?!

Não… tem mais… rs… :-D… Faça sua lista… não menospreze “o quê”, bota tudo na lista… cozinhar, estar com animais, fazer piadinhas, jogar bola… escrever textos, falar com pessoas, lavar roupa, enfim… faz uma lista com pelo menos umas 20 coisas que te fazem feliz…

Pode acreditar, tudo isso dá para ser remunerado… porém este vai ser o segundo passo. Vamos manter a poesia por hora… Depois a gente capitaliza… Se você tiver algo inusitado que acha mesmo que não dá para ganhar dinheiro, me escreve que eu vou pensar e te respondo.

Vou entrar em férias em alguns dias, aí volto aqui e escrevo a parte dois… fica tranquilo que até o final de maio eu volto… P-R-O-M-E-T-O… só se me acontecer algo…

Domingão! Hora de descansar, recarregar as baterias para amanhã colocar para o mundo o nosso talento!

Para dedicar nossas horinhas preciosas com dignidade, gratidão e alegria!

Lembre-se seja feliz… os dias não voltam…

Nos “vemos em breve”.

Felizes dias para você,

Debora.