Olá, Pessoal,

Há 8 meses não escrevo no blog… passou tão rápido e tantas coisas passaram… senti falta de escrever, mas ao mesmo tempo aprendi a dar um passo ou alguns de cada vez e saber que na hora certa voltaria a escrever…

É engraçado como as coisas são… quando eu escrevi o último post, desejava muitas coisas… aliás, quando criei o blog talvez tivesse sido para eu mesma rever minha carreira devido a escolhas difíceis que tive de fazer… a cada dica escrevia com um desejo imenso de ajudar as pessoas a acharem o seu caminho, a terem um apoio…  a terem forças para crescerem em suas carreiras… cada post era a forma de eu orar desejando que a vida de quem lesse pudesse ser mais fácil…

Neste meio tempo, vieram propostas para o blog, mas eu não queria dinheiro… eu queria/quero aqui o que o dinheiro não compra… descobri que algumas expressões eram combustível para meu ser: um “muito obrigada”, um “me ajudou”,  “me lembrei de você certo dia” não tinha/ tem preço…  enfim….

Ponto que quero chegar: dizem que volta para você para todo o bem que você faz, não é?!

Pois é… despretensiosamente nem sabia que o último post estava marcando meu próprio recomeço: na carreira executiva e o início da minha carreira acadêmica… (quem sabe um dia conto minha história…. complexa e veramente especial) e o mais engraçado que falava de direção, motores e pistas… mas eu não sabia que iria trabalhar em uma automotiva… Coincidência?!

Este post não é uma justificativa de ausência, mas sim… um “muito obrigada” pelas pessoas que passaram por aqui e pelas pessoas que ao lerem desejaram-me coisas boas… tenho certeza que elas chegaram até mim… e por ter chegado o período entre-safra, colheita e novos plantios não dava mesmo para eu voltar por aqui… estava até mesmo quase contratando mais uma Debora de forma temporária para dar conta da colheita… e do novo plantio… E sabe como é, né? O dia tem apenas 24 horas…

Bom… o recomeço de tudo merece cuidado… ir aquecendo os motores com calma,  merece cuidado com as promessas e as expectativas… merece juízo (saber o tamanho do passo que se pode dar) e paciência (para saber que as coisas também têm seus tempos)… pois é… por conta disso, sei que vou estar por aqui de novo… só não sei quando… e nem tento prever….

O final de ano promete também…. muito trabalho com a benção de Deus, mas também é a minha e a nossa hora de refletir sobre 2012 e planejar o 2013…  sobretudo escrever (na cabeça e no coração) as lições aprendidas, rever os sonhos e fazer o plano de ação para colocá-los na prática…

Acho que este término caí bem como dica, algumas reflexões para nós:

Já pensou como foi seu ano de 2012?

Pensou no quê que você mandou muito bem?

Pensou naquilo que se você se deparasse novamente faria diferente? (sem culpa…. não é porque a primeira escolha foi tão errada assim, mas é porque agora somos mais experientes… e podemos escolher um caminho melhor)

Pensou naquilo que faz seus olhos brilharem E seu coração pulsar mais forte E você levantar da cama com aquele desejo de viver?

Pensou naquilo que faz seu estômago doer? Seu coração esmorecer? E desejar que aquilo estivesse bem longe de você?

Pensou naquilo que você julga impossível por conta da sua origem, idade, sexo, classe social ou meramente porque dizem que é difícil ou você não é capaz ou só daqui a 10 anos?

Sabe a quem você deve agradecer pelos apoios, conselhos ou simplesmente por terem estado ao nosso lado?

Lembrou de quem só estava com você nas horas boas?

“Bueno… ya está”… volto logo, o mais breve possível…

Grande abraço,

Debora.

»

  1. Adriano Zumbano disse:

    Para nossa sorte você voltou. Que o ano que vem seja de muitas realizações e de muito sucesso. Todos merecemos.
    Abraço.

  2. Jocelia disse:

    Farei várias reflexões ,tentei um novo começo este ano,e espero colher bons frutos.E pode ter certeza ,que sua simples atitude ,naquele dia la no início de 2012,teve um peso grande na confirmação de que eu estava no caminho certo.
    Pra você só posso desejar o melhor sempre,boa sorte ,grandes desafios …grandes vitórias.Bjos

  3. Giuliano disse:

    Olá Débora, espero que não tenha esquecido de mim. Quem bom que voltou, terei um canal para te ouvir, suas dicas me faz refletir melhor na minha carrerira…bjusss…

  4. Muito bom rever teu texto, rever você “por aqui”, Débora.

    Inda mais sabendo que a tua vida seguiu adiante, e para coisas melhores! Sorte e sucesso a ti, é o que desejo.

    E espero que continue a escrever – a intermitência não é problema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s